segunda-feira, abril 18, 2005

Cuidado


Foto de Miguel Costa aqui


Cuidado. O amor
é um pequeno animal
desprevenido, uma teia
que se desfia
pouco a pouco. Guardo
silêncio
para que possam ouvi-lo
desfazer-se.


Casimiro de Brito

10 Comments:

Blogger AS said...

E como isso é tão verdade Ana!...
Mas sempre podemos reconstruir a teia que em silêncio se desfez!...

Um beijo grande

9:02 da manhã  
Blogger Duarte said...

O amor deve ser uma teia que se desfia, que solta as amarras e que liberta corações. O amor cresce quando permite o diálogo no silêncio. É tão raro e bom ouvi-lo. Bjos :)

2:58 da tarde  
Blogger Heloisa B.P said...

Mas que "TEIA"!!!!!!!!!!!!!!
Adorei:PALAVRAS E IMAGEM!!!!!!!!
Beijinhos, minha Linda Amiga!!!!!
_Possa a minha Querida ANA*, ficar presa na "Teia" do *SER FELIZ*_!!!!!!!!!
..................Heloisa.
***************************

8:59 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
Construímos uma teia, que é nossa, umas mais fortes outras mais fracas... mas podemos ter que sair dela e procurar alimento...
Um beijo
Daniel

10:24 da manhã  
Blogger Cris said...

E cabe aos verdadeiros amantes manter essa teia coesa e firme!...

beijinho

12:50 da tarde  
Blogger heloisa said...

Mais um Beijinho, Linda AMIGA!
FIQUE BEM_MUITO BEM_!!!!!!
Sua, Heloisa.
***********************

12:56 da manhã  
Blogger Paula said...

Profundo...e lindo

http://divinadecadencia.blogspot.com/

11:20 da tarde  
Blogger raquel said...

humm....não será melhor guardar silêncio para ouvi-lo a tecê-la?
:)*

2:56 da manhã  
Blogger lique said...

É verdade, Ana. Mas eu prefiro o refazer da teia. E o teu silêncio já dura há uns dias...
Beijo grande

8:36 da tarde  
Blogger Duarte said...

Olá Ana,

Sou eu outra vez. Lembrei-me de ti e passei-te o testemunho de uma cadeia de literatura que percorre a blogosfera. Consulta o desfiladeiro. Obrigado. Bjinhos

9:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home