domingo, dezembro 09, 2012

Novembro ...

Foto de Ursula I Abresch

Novembro apagou nas buganvílias
seus nomes brancos, roxos, escarlates.

É mais difícil regressar a casa:
o caminho disfarçou, emudeceu
seu rosto nos muros e nas grades.

- Por onde seguiremos
sem que o outono espesso nos trespasse?


José Bento
(in Um sossegado silêncio )



8 Comments:

Blogger Daniel Aladiah said...

Para lá das grades... afinal há mais mundos...
Beijo
Daniel

6:13 da tarde  
Blogger iris_esfenoidal said...

... nem sempre (ou quase nunca) a verdade das coisas está na forma como se nos apresentam. a distância é também uma forma de verdade (ou de a ela aceder) e tanto quanto mais estranho (mais outono) nos parecer o regresso, tão maior a evidência de que por vezes nos enganamos com as cores de verão.

abraço forte,

isabel

8:34 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Pelo sonho é que vamos

11:27 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

- Por onde seguiremos
------
Uma interrogação a que é difícil responder. Pela lógica há a pretensão de seguir o melhor caminho, mas a dúvida está aí; _qual é o melhor caminho.
-----
Felicidades
Manuel

10:38 da manhã  
Blogger Graça said...

Gostei tanto! Até porque o meu mês é esse...magnífico Novembro.

Beijo de imenso carinho, minha querida amiga.

12:06 da manhã  
Blogger vieira calado said...

Olá, como está?
Venho expressamente desejar-lhe um Bom Natal!

Um poema de Natal em
http://vieiracalado-poesia.blogspot.com

12:54 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
Virtual Amiga,
,
no rumo do meu retorno,
um Mar de Felicidade,
entre ondas de Saúde,
desejo-te,

Luzentes Conchinhas,
ficam.
*

4:31 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

FELIZ ANO 2013
-------
Manuel

11:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home