segunda-feira, março 21, 2005

Dia Mundial da Poesia por SMS




Apesar das ruínas e da morte
Onde sempre acabou cada ilusão
A força dos meus sonhos é tão forte
Que de tudo renasce a exaltação
E nunca as minhas mãos ficam vazias.

Sophia de Mello Breyner Andresen


Na sombra da montanha
Dormem os lagos verdes e calmos
E na tela da água o brilho do sol
Desdobra as cores do dia que nasce.

Poema celta


Talvez alguém possa imitar a perfeição de uma dália.

Rosário R.


...Milagre é o coração começar sempre no peito de outra vida.

Mia Couto


Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.

Sophia M. B. Andresen

4 Comments:

Blogger AS said...

Finalmente consegui abrir os comentários!...

Belos fragmentos poéticos neste dias da poesia e dos poetas!...

Um beijo

9:28 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
É espantosa a sabedoria poética da Sophia.
Um beijo
Daniel

9:58 da manhã  
Blogger Laura Antunes said...

Sophia ai Sophia...tão bom recordar...Abraço Laura

4:00 da tarde  
Blogger A tragedy in progress said...

:) Bela escolha.


*

7:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home