quinta-feira, setembro 04, 2008

Apetecimento

Foto de Angela Bacon-Kidwell aqui



Apetece-me fugir para dentro dos teus olhos. Apetece-me fugir para o longe que os teus olhos vislumbram. Como se fosse um sonho, uma viagem de infãncia, iremos os dois.
O tempo que não temos, a terra do nunca.
Nunca dizer que não a um desejo.
A uma vontade.
A um amor.
Nunca dizer não.

Amar-te assim, acima de todas as coisas.
Apetece-me.



Joaquim Paulo Nogueira

(Respirar o mesmo ar)



(Vou estar ausente durante alguns dias. Até breve.)

.

16 Comments:

Blogger Marinha de Allegue said...

Decir non é un dereito asertivo do que temos todo o dereito de disfrutar...

Boas férias Ana.
Beijinhos desde a cidade do apostol.
;)

4:41 da tarde  
Blogger Maria said...

Que apetite bom....
:))
Boas férias, Ana.
Beijinho

5:07 da tarde  
Blogger ~pi said...

tece A

res

~pi rA :)

9:21 da tarde  
Blogger maria m. said...

bonito poema.

até breve, Ana! bjinhos!

10:28 da manhã  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Ana, belo poema e desejo-te boas férias se for caso disso... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

9:51 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

" A uma vontade.
A um amor
Nunca dizer não."

Lindo! Há vontades, há desejos, há apelos que devemos seguir. Este é um deles.

Mil beijinhos,Ana!

Boas férias!

Bem hajas!

8:07 da manhã  
Blogger lupussignatus said...

tempo

de

viver


(desta vez

o "sobre"

fica na sombra)

11:43 da tarde  
Blogger Violeta said...

às vezes apetece mesmo fugir...

5:37 da tarde  
Anonymous Roberta said...

Ótima seleção de poemas. Assim posso conhecer novos poetas, novas letras. Belo blog!

5:58 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Muito lindo este poema.
Obrigada por nos dares a conhecer novos poetas.
Beijinhos

7:16 da manhã  
Blogger tulipa said...

Minha Amiga

Ai quem me dera...
Ai quem me dera, poder estar junto a ti, as duas em relaxe absoluto...
Mas, a vida é assim!!!
Quando eu quero, outros podem não querer. Tenho que respeitar.

Gostei do sentido deste poema:
Apetece-me!
No tempo do kalinka fiz vários posts com este assunto, lembro-me bem.

Eu convido para umas subidas e descidas ao som do jazz!!!

Beijinhos.
Boas férias.

2:17 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS said...

belissimo texcto poético ou poema, o que lhe queiram chamar
boas f+erias!
xi
maria de são pedro

10:20 da manhã  
Blogger Fernando Rozano said...

belo e amoroso poema. aproveite bem esses dias e retorne breve, Ana. beijo.

1:15 da tarde  
Blogger Baby said...

"Nunca dizer que não a um desejo.
A uma vontade.
A um amor."

NUNCA DIZER QUE NÃO À VIDA!

Boas férias...

5:40 da tarde  
Blogger em azul said...

Ai... tanto que apetece!

Lindíssimo poema.

Beijo e que seja boa ausência por uns dias.

6:02 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
apetece-me
ler e reler
e
sem me conter,
apetece-me
,
curte amiga,
,
vagas de bonanças, deixo-te
,
*

12:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home