terça-feira, fevereiro 22, 2005

A beleza


Nascimento de Vénus (detalhe) de Sandro Botticelli
aqui



A beleza
Sempre foi
Um motivo secundário
No corpo que nós amamos;
A beleza não existe,
E quando existe não dura.
A beleza
Não é mais que o desejo
Fremente
Que nos sacode...
- O resto, é literatura.


António Botto

4 Comments:

Blogger BlueShell said...

Muito bem escolhido, Ana. Gostei. E do detalhe também...De facto...a beleza é isso tudo e mais...é algo de subjectivo: O belo...O que é o belo?
Bom tema para reflexão. Jinho e carinho, BShell

12:41 da manhã  
Blogger concha said...

Verdade!
A beleza é completamente subjectiva e o menos importante em quem se ama!
Beijinhos

11:25 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

A beleza... é quase um corpo espesso moldado outro olhar.

vento

8:52 da tarde  
Blogger lique said...

A beleza é mesmo um motivo secundário quando se ama. Ama-se por tantas razões! Beijinhos

11:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home