sexta-feira, agosto 17, 2007

Asas



Abro as asas neste vento. Encho o peito de maresia e a alma de liberdade. Só aqui... só mesmo aqui! Sou gaivota a despertar.

.

9 Comments:

Blogger Kalinka said...

Vinham pássaros pela maresia
Trazer notícias vossas,
Nos meus sonhos – o desejo
Da vossa presença, aqui junto à avó
Chorei, sofri com a vossa ausência.
A mágoa que vestia na madrugada
até que a bruma dissipasse o bosque
e ambos surgissem para me abraçar.
Mágoa sempre presente,
Pela atitude de vossos pais, secos,
Indiferentes ao sofrer deste pobre coração.

Amiga, chegaste à Encosta
sinto-o nas tuas palavras
no teu desabafo. Queria tanto poder estar aí, contigo...
Bom fim de semana.

9:26 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

Aninha,Querida "Gaivota" linda, a blogosfera ficou mais rica com o teu regresso.E eu mais feliz! Tantas despedidas, tantas portas a fechar, tanta solidão!
Agora, estou aqui ,em festa, na encosta que tanto cheira a maresia.
Mil beijinhos com amizade

Isabel

2:07 da tarde  
Blogger Benfiquista said...

Adorei o blog!!
Por vezes também gostava de ter asas para voar.

Beijos do Graça

1:03 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

És blog 5 estrelas.Passa lá por casa.
Beijinhos

6:37 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

Não tens de aderir ao movimento. Eu apenas votei no teu blog.
Beijinhos

6:49 da manhã  
Blogger Platero said...

Olá Ana

Bela encosta que tem uma vista para esta gaivota.

Um abraço

1:55 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Bom domingo! Mil Beijos...e um abraço apertado.

11:24 da manhã  
Blogger DE-PROPOSITO said...

'Abro as asas ao vento'
-------------
Não chega abrir as asas. é preciso ter forças para voar. E muitos voam com as asas dos outros.
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

11:52 da manhã  
Blogger delusions said...

Eu compreendo esse voar,essa liberdade...Esse amar_esia...
Um voo raso de mar. Gostei muito.

Bjs*

9:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home