quarta-feira, outubro 01, 2008

A água é a água e é bela por isso

Foto de Reidar Solberg aqui


Leram-me hoje S. Francisco de Assis.
Leram-me e pasmei.
Como é que um homem que gostava tanto das cousas
Nunca olhava para elas, não sabia o que elas eram?

Para que hei-de chamar minha irmã à água, se ela não é minha irmã?
Para a sentir melhor?
Sinto-a melhor bebendo-a do que chamando-lhe qualquer cousa -
Irmã, ou mãe, ou filha.
A água é a água e é bela por isso.
Se eu lhe chamar minha irmã,
Ao chamar-lhe minha irmã, vejo que o não é.
E que se ela é a água o melhor é chamar-lhe água;
Ou, melhor ainda, não lhe chamar cousa nenhuma,
Mas bebê-la, senti-la nos olhos, olhar para ela
E tudo isto sem nome nenhum.




Alberto Caeiro
( Poesia )



Dia 1 de Outubro - Dia Mundial da Água


.

14 Comments:

Blogger Maria said...

Da água e também da música...
Água máter, água aconchego, água vida.

Obrigada pelo poema!
Beijinhos

1:46 da manhã  
Blogger Guilherme F. said...

As tuas palavras também são limpidas como a água. Gostei
bj
Gui
coisadagaveta.blogs.sapo.pt

1:33 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
s. francisco de assis,
o santo da dádiva,
um pessoa da religião ?
talvez . . .
,
conchinhas pessoaoucaeiro,
deixo,
,
*

2:41 da tarde  
Blogger instantes e momentos said...

muito bom voltar ao teu blog,ótimo post, belo blog, gosto daqui.
Maurizio

6:40 da tarde  
Blogger Maripa said...

"A água é o sangue da terra " diz o provérbio.

" A água é a água..." disse S. F. de Assis e eu... concordo.

Beijinho carinhoso.

10:05 da tarde  
Blogger mariah said...

a água...mãe da Poesia ...


afecto,

mariah

2:29 da manhã  
Blogger hfm said...

Sempre ele!

10:20 da manhã  
Blogger Fernando Rozano said...

Alberto Caeiro...magnífico. Como a água: essencial. beijo, Ana.

3:26 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Ana, adorei o poema!
Água e músia duas coisas em sintonia... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

8:28 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

A água é simplesmente isso, a água. A vida.

Beijinhos mil, amiga.

8:48 da tarde  
Blogger maria m. said...

a simplicidade naturista de Caeiro.

9:05 da manhã  
Blogger em azul said...

Talvez seja uma prova de como a natureza É, simples... e funciona... sem nomes!

Um beijo
em azul

4:30 da tarde  
Blogger ~pi said...

corro-água s :)





~

10:21 da tarde  
Blogger Márcia said...

Um beijo daqui, Ana.

6:06 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home