segunda-feira, maio 11, 2009

Gota d'água - Chico Buarque

.
Já lhe dei meu corpo
Minha alegria
Já estanquei meu sangue
Quando fervia
Olha a voz que me resta
Olha a veia que salta
Olha a gota que falta
Pro desfecho da festa
Por favor...

Deixe em paz meu coração
Que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota de água ...

.................................................................................
Depois de cinco espectáculos em Lisboa, a peça musical "Gota de água", de Chico Buarque e Paulo Fontes, vai continuar em digressão pelos palcos portugueses até ao fim de Maio.
Criada em 1975 , como adaptação da tragédia " Medeia " de Eurípedes à realidade brasileira, e agora com uma abordagem contemporânea e novos arranjos musicais, emociona o público pela sua carga poética.

.

17 Comments:

Blogger Paulo - Intemporal said...

in.comentável
____________.

sublime e bel.íssimo
___________________.

Chico Buarque na voz e nas palavras.

um beijo.

6:10 da tarde  
Blogger pi&phi said...

Este comentário foi removido pelo autor.

6:53 da tarde  
Blogger ~pi said...

por todos os lados,

por todos os motivos

( pela memória boa,

tão, tão belo!,




beijo





~




[ fui eu que eliminei

acima, sorry! :)

6:55 da tarde  
Blogger AnaMar (pseudónimo) said...

Emociona-me a mim...Sempre.
Bj

9:00 da tarde  
Blogger Maria said...

É... Chico...
Sempre belo!

Beijos

10:36 da tarde  
Blogger Isamar said...

Um espectáculo a não perder se passar pelo Sul e Chico é sempre aquela paixão.

Beijinhos

Bem-hajas, Encosta amiga!

6:43 da manhã  
Blogger ~ Marina ~ said...

Chico é um dos grandes mestres do patrimônio brasileiro. Um gênio!

Obrigada pela visita!

Beijos!

4:30 da tarde  
Blogger A.S. said...

Querida Ana,

Deixaste-me com água na boca!!!
É um dos meus ídolos!
Gostava de ver este espectáculo...


Beijos!

5:20 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Boa Tarde Ana!

Chico Buarque sempre um grande e humilde poeta brasileiro, e um personagem importante de nossa historia política, talvez um dos únicos que mantiveram pelo pensamento socialista até os dias de hoje.
Uma figura carismática, grande Chico.

Bela lembrança,
um ótimo espetáculo.
Beijos e um palco muito iluminado, por estas semanas.

6:08 da tarde  
Blogger Tatiana said...

Fortíssima a letra dessa canção...
Senti um arrepio percorrer todo o corpo ao ouvir!

Um abraço carinhoso

8:25 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
tanto mar,
na gota d'agua,
,
um mar de jinos,
,
*

9:36 da tarde  
Blogger Ed. G said...

Oi Ana,

Chico Buarque, talento evidente, o video também é belo, o timbre, a apausa a cantar, é um verdadeiro poeta.
"Um Post Lindo"

Obrigado pela visita, espero ver-te mais vezes.

Saudações lusitanas,

Edg

2:17 da manhã  
Blogger Spectrum said...

O Chico é património da humanidade, não é?
Beijos, amiga querida

10:40 da manhã  
Blogger maria azenha said...

belíssimo, Ana.

beijos,

12:31 da tarde  
Blogger Baby said...

Chico Buarque, onde o talento habita a tempo inteiro!

"Deixe em paz meu coração
Que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota de água ..."

Quanta verdade...
Beijinhos.

3:19 da tarde  
Blogger maria m. said...

belo! espero que a voz reste para muitos momentos de canções e palavras assim.

beijo, Ana.

9:58 da manhã  
Blogger Sandra S. said...

A voz deste homem, meu Deus !

5:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home