quarta-feira, julho 01, 2009

O gato

Chegou, há um mês, à encosta onde vivo. Instalou-se como se, desde sempre, a casa fosse sua. Companheiro dos dias sós, chama-se Félix, como é próprio de todos os gatos.


Um gato, em casa sozinho, sobe
à janela para que, da rua, o
vejam.

O sol bate nos vidros e
aquece o gato que, imóvel,
parece um objecto.

Fica assim para que o
invejem - indiferente
mesmo que o chamem.

Por não sei que privilégio,
os gatos conhecem
a eternidade.


Nuno Júdice
In Assinar a pele ( antologia de poesia contemporânea sobre gatos)


.

16 Comments:

Blogger Isamar said...

Um gato, uma companhia para todas as horas. Os dias,os mais cinzentos, não terão a mesma cor a partir de agora. Os outros serão sempre mais luminosos.
Gosto muito deste poema do algarvio Nuno Júdice.

Beijinhos

Bem-hajas

9:15 da manhã  
Blogger Maria said...

Ficou muito bem instalado. Sorte a tua que não lhe és alérgica...

Beijo

1:34 da tarde  
Blogger A.S. said...

Ana...

O gato soube escolher!!!´
O meu amigo Manuel António Pina é que tem dezenas de poemas sobre gatos. Ele vive com mais de 20...!!


Beijos...

3:16 da tarde  
Blogger tulipa said...

Que lindo é o Félix!!!

O gato chegou
e se instalou
tudo desarrumou
a dona amuou
o gato miou
a dona chegou
o gato saltou
os laços apanhou
a dona ralhou
o gato arranhou
a dona zangou
e...
por aí diante, faria uma brincadeira em estilo de poesia felina.

Espero que tenhas encontrado o companheiro ideal das horas vagas.
Beijinhos.

10:38 da tarde  
Blogger Porcelain Doll said...

Hummm... perceberá Nuno Júdice alguma coisa de gatos? Um gato jamais sobe à janela para que o vejam; ele sobe à janela porque lhe apetece.

É por essa imobilidade que eu chamo carinhosamente à minha Mafalda "jarrinha" :D

Não deseja que o invejem... apenas que o deixem em paz.

Os gatos conhecem a Eternidade... porque os gatos conhecem o prazer da solidão... :)

Beijo!

11:32 da tarde  
Blogger Lmatta said...

lindo gato eu tenho 3
beijos

12:00 da manhã  
Blogger hfm said...

Da personificação da liberdade. Que tenha uma boa estadia.

7:03 da manhã  
Blogger Lídia Borges said...

O poema do Júdice está aqui muito bem enquadrado.
O gato é de facto um animal de "personalidade" vincada, mas o seu encanto desarma-nos.

Um beijo

7:21 da tarde  
Blogger lupussignatus said...

terno

olhar

11:36 da tarde  
Blogger Maripa said...

É tão amoroso,o Félix! Que olhar mais enternecido...deve estar encantado com a tua companhia.

Gostei muito do poema de Nuno Júdice [mas gostei mais do gatinho].

Beijinho,Ana.

12:27 da manhã  
Blogger tecas said...

"O gato" é um poema bem elaborado de
Nuno Júdice, mas não corresponde a 100% ao perfil dos gatos. Tive 2 aos quais fiz um poema ( a cada um deles.) Um faleceu com 21 anos, um gato que detestava lágrimas,adorava a palavra lindo e bonito e estranhamente inteligente.Para um ser irracional, comportava-se como um ser racional. A outra faleceu com 13 anos. Meiga e doce nunca trepou para uma janela. Perdi estes dois sinceros amigos no espaço de um ano.
Saudade e tristeza ao ler este poema. Estima o teu Félix, amigo que jamais te trairá.
Bji amigo Ana

4:26 da tarde  
Blogger Paulo said...

.p.a.r.a.b.é.n.s. Ana !

.os animais são sempre a fidelização dos momentos, todos, todos os dias.

.um bom fim de semana.
.um beijo meu.

6:33 da tarde  
Blogger Ed. G said...

Olá Ana,

Acho que, este gatinho não encontraria melhor aconchego nos braços de uma poetisa.

Bjs e felicidades,

de teu querido amigo,

Edg

7:46 da tarde  
Blogger Tatiana said...

Que lindo!

Um abraço carinhoso e um ótimo Fim de semana para você!

10:41 da tarde  
Blogger Chris said...

Belissima escolha do poema do Nuno Júdice... quanto aos gatos, são uma eterna paixão.
bjs
Cristina

1:31 da manhã  
Blogger Heloisa said...

ADORO GATOS, ANA!
QUASE TODA A MINHA VIDA TIVE GATOS EM CASA!

AQUI, FALECEU-NOS UM (de velhice...) POUCOS MESES ATRAS_SOFREMOS_!

POREM, JA' NOS APARECEU OUTRO (OUTRA!) COM SEMANAS DE VIDA, ESTA' CONNOSCO HA' CERCA DE DOIS MESES_BRANQUINHA_!

..................
POEMA ESCOLHIDO A CORACAO!

MEU CORACAO RPLECTO DE SAUDADE E AMIZADE!

Heloisa

6:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home