sexta-feira, março 11, 2005

Urgentemente

.
É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.


Eugénio de Andrade

6 Comments:

Blogger AS said...

Ana, as palavras que nos incomodam, podemos destrui-las, mas o amor... esse premanecerá urgente dentro de nós!...

Um beijo

4:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É de facto urgente reinventar o amor, sentir, sonhar e pensar que estamos vivos, até porque, resistir é vencer.

beijinhos
vento

10:10 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
No nosso país, é urgente ter urgência...
Um beijo
Daniel

2:33 da tarde  
Blogger jotakapa said...

É a urgência de viver!

11:56 da tarde  
Blogger lique said...

E como é urgente, Ana! É um dos poemas de Eugénio de Andrade de que mais gosto.
Deixo-te um endereço alternativo em que também me podes encontrar de vez em quando:
http://eu-de-novo.blogspot.com

beijinhos

12:22 da manhã  
Blogger heloisa said...

*E' URGENTE*!!!!!!!

E... "URGE", que lhe de um ABRACO e lhe diga:*SAUDADE*!!!!!!

Como ja' sabia de antemao, LINDO, tudo por AQUI!!!
E.. queria "uma BARQUINHO DE PAPEL"... onde navegassem meus Sonhos e... acostassem a "Seguro Porto"!!!!!!!!!
_BEIJINHO! E... OLHE ESSA IMENSIDAO DE MAR, POR MIM!
Sua Dedicada, Heloisa.
_Perdao pelas Ausencias_!
***************************

1:12 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home