quinta-feira, março 03, 2005

Santo e senha


Foto de Pita aqui


Deixem passar quem vai na sua estrada
Deixem passar
Quem vai cheio de noite e de luar
Deixem passar e não lhe digam nada.

Deixem, que vai apenas
Beber água de sonho a qualquer fonte;
Ou colher açucenas
A um jardim que ele lá sabe, ali defronte.

Vem da terra de todos, onde mora
E onde volta depois de amanhecer.
Deixem-no pois passar, agora

Que vai cheio de noite e solidão
Que vai ser uma estrela no chão.


Miguel Torga

6 Comments:

Blogger AS said...

Torga, um dos meus ídolos!... Obrigado por estes momentos!

Um beijo grande

11:54 da manhã  
Blogger BlueShell said...

Ao tempo que eu não lia este texto. Obrigada. Bjs, BShell

12:00 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
Mais um daqueles que foi apontado para o Nobel e nunca o recebeu, merecendo-o. Não conheço Pita... tenho de procurar.
Um beijo
Daniel

2:39 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Há mais poesia na luz que faz sombra.

Beijinhos
vento

10:33 da tarde  
Blogger Heloisa B.P said...

*MIGUEM TORGA*,
BELISSIMA ESCOLHA!!!!
_Foto em concordancia, como sempre!
E, em "concordancia" com meu Coracao lhe envio meu ABRACO DE MUITO CARINHO!!!!!
Sua, Heloisa.
******************

10:53 da tarde  
Blogger heloisa said...

ERRATA:

MIGUEL........................
SO' agora vi!!
Perdoem!
Heloisa.

10:35 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home