segunda-feira, março 07, 2005

Coração sem imagens

.
Deito fora as imagens.
Sem ti para que me servem
as imagens?

Preciso habituar-me
a substituir-te
pelo vento,
que está em toda a parte
e cuja direcção
é igualmente passageira
e verídica.

Preciso habituar-me ao eco dos teus passos
numa casa deserta,
ao trémulo vigor de todos os teus gestos
invisíveis,
à canção que tu cantas e que mais ninguém ouve
a não ser eu.

Serei feliz sem as imagens.
As imagens não dão
felicidade a ninguém.

Era mais difícil perder-te,
e, no entanto, perdi-te.

Era mais difícil inventar-te,
e eu te inventei.

Posso passar sem as imagens
assim como posso
passar sem ti.

E hei-de ser feliz ainda que
isso não seja ser feliz.


Raul de Carvalho

4 Comments:

Blogger AS said...

Será que essas imagens serão levadas pelo vento?

Um beijo...

11:37 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Sem imagem? Então usem todos vossos os contactos. Eu sei que a vida é árdua. Que existe uma sensação de tristeza. Tente-se o reverso da situação. O amor e a vida levanta-se mais alto... Alto... Alto...

Belissima escolha!
beijinhos
vento

9:54 da tarde  
Blogger heloisa said...

"Deito fora as imagens.
Sem ti para que me servem
as imagens?"
...................................
.................................
FICA UM ABRACO MUITO AMIGO!

_OBRIGADA POR SUA VISITA!

Sua Amiga,
Heloisa.
**************

10:39 da tarde  
Blogger Laura Antunes said...

Fez-me rever um passado tão presente..Lindo Abraço Laura...

12:20 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home