terça-feira, setembro 27, 2005

Para atravessar contigo o deserto do mundo


Foto de Mealha aqui


Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei

Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento



Sophia de Mello Breyner Andresen

12 Comments:

Blogger AS said...

Ana, um lindo poema de Sophia!
O deserto da vida custa menos a atravessar quando o caminho é partilhado com alguém que queremos a nosso lado...

Um beijo...

8:24 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Precioso! Felicidades :) Un saludo desde Barcelona, España.

Comella Firmet
http://guallavitoclub.blogia.com

9:09 da manhã  
Blogger murmurio do silencio said...

Sophia a princesa as letras portuguesas.Mais uma prenda doce que nos deste. obrigado menina :)


beijo

12:10 da tarde  
Blogger Dizzie said...

-Como siempre, escojes mui bien la imagene, para el poema que nos regalas...alguien tan precioso como sus propios poemas y cuentos.

besitos Ana :)

2:01 da tarde  
Blogger hfm said...

Belíssimo este poema! e a imagem - soberba!

2:20 da tarde  
Blogger in_finito said...

Este é um dos poemas de Sophia de que mais gosto. Obrigada, Ana.

9:11 da tarde  
Blogger lique said...

Que maravilha, este poema de Sophia! Palavras belas e claras. Só ela. Beijinhos, Ana

9:26 da tarde  
Blogger Cristina said...

Ana,
Adorei o poema!
O deserto torna-se muito mais pequeno quando é atravessado com a pessoa que amamos
:)
beijinhuuu

10:35 da tarde  
Blogger TMara said...

qnd se ama e se é amado não há desertos. anulam-se. Bjs e ;)

11:50 da manhã  
Anonymous Márcia said...

Não conhecia esse poema de Sophia. Também, aqui, do outro lado do mar, é bem mais difícil lê-la.
beijo de primavera, Ana.

2:26 da tarde  
Blogger romero said...

Siempre tienes un poema especial para nos regalar :)
besos

8:38 da tarde  
Blogger Orfeu said...

Maravilhoso... um dos poemas de que gosto mais...com uma fotografia linda.
Um beijo

9:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home