terça-feira, outubro 04, 2005

E por vezes as noites duram meses


Foto de Miguel Costa aqui


E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses oceanos
E por vezes os braços que apertamos
nunca mais são os mesmos. E por vezes

encontramos de nós em poucos meses
o que a noite nos fez em muitos anos.
E por vezes fingimos que lembramos
E por vezes lembramos que por vezes

ao tomarmos o gosto aos oceanos
só o sarro das noites não dos meses
lá no fundo dos copos encontramos.

E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se evolam tantos anos.



David Mourão Ferreira

14 Comments:

Blogger TMara said...

o mestre moderno do soneto. magnífico. Bom dia. Bjs e ;)

7:39 da manhã  
Blogger Sofia said...

Obrigada por esta recordação! Adorei e adorei o blog também!
Beijitoss

9:59 da manhã  
Blogger Lmatta said...

Olá
gostei
e o mar. E por vezes por vezes
Ja nao nos lembramos.
Beijinhos

2:50 da tarde  
Blogger romero said...

Ese poeta es muy especial y tu siempre me haces leerlo con mucho placer. Gracias.:)

Besito

3:16 da tarde  
Blogger AS said...

Ana, um belissimo soneto dp D.M. Ferreira!... Eu gosto particularmente de sonetos!

Um beijo

6:56 da tarde  
Blogger lique said...

David Mourão Ferreira no seu melhor. Lindo! Beijinhos, Ana.

8:00 da tarde  
Anonymous Mily said...

E por vezes, ao encontrar um recanto onde as imagens nos afagam a alma e a poesia acalenta o coração... ficamos a passear por esse mundo encantado para descansar o olhar em versos que enternecem e seduzem o nosso caminhar. Vim deixar-te um beijo e um afago, e estou levando uma imensidão de poesia no coração.

4:18 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

El tiempo es un oceano... Y este un poema precioso. Gracias :)
Comella Firmet
http://guallavitoclub.blogia.com

10:22 da manhã  
Blogger sonhos sonhados said...

ANA

gostei muito do teu poema.
voltarei.

jinhux létinha.

3:54 da tarde  
Blogger Kalinka said...

ANA:
Hoje sou eu que escrevo:
Porque hoje acordei com alma de criança e me lembrei da menina de olhos cor do céu...!!!
Mas este é outro assunto, (será que me entendes?...)que nada tem a ver com o teu post.
Quanto ao poema é LINDO...tudo que tenha a ver com MAR me seduz, me fascina, me encanta, gostaria de ter uma casa c/varanda virada para o mar e ali ficar horas sonhando, lendo, sentindo o cheiro a maresia e ouvindo as ondas rebentando junto a mim...
Beijokas doces.

5:42 da tarde  
Blogger hfm said...

Um final belíssimo!

12:20 da tarde  
Blogger Orfeu said...

E por vezes... muitas vezes chego aqui e adoro o que leio.
Uma vez mais lindo.
Um beijo

1:49 da tarde  
Blogger Quem sabe... said...

"E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se envolam tantos anos."

Ahhhhhhhhhhhhhhh......
Lindo demais......

:)***

12:46 da tarde  
Anonymous Sally said...

E por vezes... ah que bonito soneto! E por vezes é mesmo de ouvir palavras destas que precisamos... Muto lindo***

8:05 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home