quarta-feira, outubro 29, 2008

O mundo é grande

Robert Doisneau


O mundo é grande e cabe
nesta janela sobre o mar.
O mundo é grande e cabe
na cama e no colchão de amar.
O mundo é grande e cabe
no breve espaço de beijar.



Carlos Drummond de Andrade
(in Amar se Aprende Amando)

.

16 Comments:

Blogger Maria said...

Há quanto tempo não lia este poema do Drummond de Andrade...
É belíssimo. Obrigada, Ana

Beijo

12:27 da manhã  
Blogger hfm said...

Dois grandes!

8:34 da manhã  
Blogger Carla said...

Drummond de Andrade canta o amor como poucos...uma das minhas leituras preferidas
beijos

11:22 da manhã  
Blogger Maripa said...

... grande é a poesia de Drummond de Andrade.

Poema que se lê e relê com amor.

Beijinho,Ana.

12:23 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
drummond de andrade,
é de uma grandeza
que não cabe no mundo,
,
um mundo de maresias, deixo,
,
*

2:50 da tarde  
Blogger Amita said...

É linda a poesia de Drummond de Andrade.
Obrigado Ana, pela partilha.
Um bjinho e uma flor

10:41 da tarde  
Blogger batista said...

o mundo... que há em ti: em cada verso, em cada gesto.
o mundo... que há nesse teu sítio: prenhe de vida.

deixo um abraço carinhoso. saio comovido com o tanto de postagens belas e profundas, que encontro por cá.

grato.

11:29 da manhã  
Blogger Lmatta said...

Gostei do poema
o conjunto está lindo
beijos

9:39 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

...e quanta razão tem Drummond de Andrade!
Tudo cabe num gesto de carinho.
Obrigada pela visita, comentário e partilha deste pequeno e BELO poema.
Beijos da

Maria Mamede

9:50 da tarde  
Blogger tulipa said...

Que o silêncio me embale, nesta noite em que falta o abraço quente de um amigo...
Enrodilho-me nas asas do meu anjo invisível.
- Anjo, cantas-me uma canção?


Bom domingo.
Beijos e abraços.

1:44 da manhã  
Blogger TRÍPTICO(POEMAS)FERNANDA said...

Olá minha querida Ana, belíssimo o teu poema... Adorei!
Beijinhos e abraços de muito carinho,
Fernandinha

4:22 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

O poema é lindíssimo. Drummond de Andrade é um poeta dos Grandes. Quanto à fotografia tem tanto de belo como de comovente. Excelente.

Mil beijinhos

6:33 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Muito se pode dizer em poucas palavras. Aqui Drummond diz-nos um mundo de emoções e a fotografia é de uma beleza ímpar.
Obrigada por nos trazeres este momento.
Beijinhos.
Branca

12:51 da tarde  
Blogger O Profeta said...

A tua alma é grande...é um oceano de sentires...


Doce beijo

3:42 da tarde  
Blogger maria m. said...

grande a poesia de Drummond!

9:29 da manhã  
Blogger em azul said...

Tão grande como o sabor daquele beijo. Muito bonito o poema!

beijo
em azul

10:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home