segunda-feira, maio 18, 2009

Traduzir-se

.

O poema fica ainda mais belo na voz de Adriana Calcanhoto e musicado por Fagner.
Obrigada, Pi.

.

11 Comments:

Blogger Pico minha ilha said...

Ficou lindo!
Os poemas declamados ou cantados criam vida, ficam mais belos.Beijo Ana

2:39 da tarde  
Blogger Isamar said...

Muito bonito na voz doce de Adriana Calcanhoto.
Faz-nos bem passar por aqui.

Beijinhos

Bem-hajas!

4:25 da tarde  
Blogger hfm said...

Belíssimo!

6:17 da tarde  
Blogger tecas said...

Um lindo poema, numa linda voz. Não conhecia a Adriana fiquei a conhecer. Obrigada Ana pela sua visita e comentário no meu blog.
Um bem haja e bji amigos

8:14 da tarde  
Blogger Maria Costa said...

O poema de Ferreira Gullar, tocou a sensibilidade da voz de Adriana Calcanhoto e composição de Fagner.

9:07 da tarde  
Blogger PAS[Ç]SOS said...

É arte! sem dúvida! A junção destas criações, pelas mãos destes seres. Conhecedor e apreciador de Adriana e Raimundo Fagner, não conhecia esta interpretação! É arte!

10:12 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Estreitandos os caminhos da arte,juntando um poeta, filosofo, artista plastico dentre outras qualidades, Ferreira Gullar
com esta cantora Adriana, que vem crescendo dentro do Brasil, interpretanto e compondo com grandes artistas como Maria Bethânia.
Ato dificil para nós Portoalengrense, do sul do País.

Bjs e grata,por esse carinho ao povo de cá do oceano.

3:24 da manhã  
Blogger Ed. G said...

Olá Ana,

Talvez sejam as notas musicais, talvez seja a nossa querida Adriana, apenas sei que me desfiz ao ouvir tão belo poema.

Um bj traduzido,

Edg

4:08 da manhã  
Blogger A.S. said...

LINDOOOOOOOOOOO...!!!!!!!!!!


Beijos Ana!

9:03 da tarde  
Blogger PreDatado said...

Que maravilha. Eu não conheço Ferreira Gullar mas valeu a pena "lê-lo" na voz de Adriana Calcanhoto. Muito bonito.

11:59 da manhã  
Blogger ~pi said...

:)





~

8:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home