quarta-feira, julho 27, 2005

Murmúrio


Foto de Miguel Costa aqui


Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.

Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.

Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
- Vê que nem te digo - esperança!
- Vê que nem sequer sonho - amor!


Cecília Meireles

8 Comments:

Blogger Vênus said...

Sim, Ana nos sonhos tudo é possível..Mesmo que seja para trazer somente lembranças...
Lindo poema que não conhecia.
Beijos!

3:02 da manhã  
Blogger romero said...

Me quedé apasionado por tu blog y tus posts.Aún bien que lo busqué.

10:30 da manhã  
Anonymous Ruy Ventura said...

Agradeço-te, Ana, a publicação do meu poema. Entretanto, parabéns pelo teu blogue.
Se quiseres dar uma vista no meu espaço (www.alicerces1.blogspot.com), ainda muito artesanal (sou muito amador nestas coisas da blogosfera...) ficaria muito contente.

11:19 da manhã  
Blogger AS said...

Ana, tantas vezes uma simples lembrança nos contenta!...

Mas não renuncies ao sonho!...

um beijo

1:20 da tarde  
Blogger sotavento said...

Sonhos sussurrados?!... :)

1:25 da tarde  
Blogger Orfeu said...

Podemos não pedir...mas no silêncio desse pedido, queremos tudo: alegria, ilusão, esperança e Amor. Temos que pedir a nós próprios.

7:28 da tarde  
Blogger Leonor said...

Traz-me tudo o que tenho direito.

Espelho Teu

10:59 da tarde  
Blogger Dilbert said...

Olá Ana,
Lindo poema que me deste a conhecer... e a foto é impressionantemente bela.
Jinhos e inté já...

11:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home