terça-feira, julho 19, 2005

Logo atrás de ti













Sun in a empty room ( Edward Hopper)



Esta dor não passa quando adormeço
chora ao pé de mim
irremediável

alguém nos toca no ombro e
damos por nós mais sozinhos

o meu lugar na morte
é junto da janela
logo atrás de ti


Mário Rui de Oliveira

10 Comments:

Blogger Dilbert said...

Oi Ana,
O poema é lindo mas assim como o anterior é um pouco triste, acho...
É coincidência ? Está tudo bem contigo amiga ? Espero que sim.
Vai um sorrisinho no teu palminho de cara ?
Jinhos e até já...

2:45 da manhã  
Blogger Vênus said...

Olá Ana,
Já passei por esta fase, espero que não seja pelo mesmo "motivo"!
Meu anjo sorria...Deixo um beijo de boa noite!

2:59 da manhã  
Blogger AS said...

Querida Ana,
Um poema lindo, mas perturbante...
Há dores que parecendo irremediáveis, por vezes desaparecem com um sonho... ou com um sorriso!

Um beijo

8:54 da manhã  
Blogger concha said...

Tão verdade às vezes.

9:40 da manhã  
Blogger TMara said...

de facto perturbante, mas belo. estou de volta. Bjs e;)

7:47 da tarde  
Blogger Heloisa B.P said...

"alguém nos toca no ombro e
damos por nós mais sozinhos

o meu lugar na morte
é junto da janela
logo atrás de ti"
***************************
_VALHAM-ME OS CEUS!!!....
Ana Querida, que *TANTO* em tao pouco!!!!!!
POrque nao tenho este DOM???
_SEU GOSTO E SENSIBILIDADE, ja' nem precisa ser destacado, porque ja' TODOS NOS QUE AQUI VIMOS, O SABEMOS!!!!.....
Beijinho.
Obrgada pelas Suas Letrinhas la' nos MEUS DEVANEIOS!!!!!!!!
Heloisa.
*********************

9:03 da tarde  
Blogger sotavento said...

Ou à frente!... :)

9:35 da tarde  
Blogger Duarte said...

O poema dá ênfase à linha ténue que separa a vida da morte. O resultado é perturbador e belo.
Beijinhos

9:51 da tarde  
Blogger Orfeu said...

Tristeza perto de nós. Morte como único caminho...A Paixão tem caminhos tortuosos, mas faz-nos viver, sonhar por um dia melhor, por um novo Amor.

9:20 da tarde  
Blogger Duarte Temtem said...

Edward Hopper... inconfundível!

12:08 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home