quarta-feira, janeiro 24, 2007

Praia do Tofo



para a Marília, in memoriam



E ressurgirá das águas, como o pássaro
Do Bhagavad-Guitá, seu riso de pura alegria,
A das árvores que sobem e buscam o fruto mais alto,
depois dos ramos;

Adornada de limos e seixos e de pedrinhas,
As mil capulanas soltas ao vento,
Da inteira absorta beleza de seus peixes,
Ò desnuda sobre as areias,
Marília do longo mar e das viagens,
À tua praia chegada!



Luís Carlos Patraquim



Para ti, Alex, que aí encontraste o sorriso de pura alegria.
.

16 Comments:

Blogger blugaridades said...

Um poema lindíssimo que nos fala do mar, essa paixão, esse fascínio de todos os tempos.
Beijinhos

11:05 da tarde  
Blogger Amaral said...

Acho que é um carinho, uma terna carícia dedicada à Marília, um afago eterno na chegada à sua praia...
Que o sorriso seja o encontro com a pura alegria!

11:29 da tarde  
Anonymous Guilherme F said...

Venho agradecer as palavras e deixar o meu silêncio.
bj
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

9:54 da manhã  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Hoje aqui vim e mergulhei no mar da sensibilidade!
O máximo expoente em termos de cultura poética!

GOSTEI!

12:04 da tarde  
Blogger bom dia isabel said...

Um poema fantástico.
Adorei!
Beijinhos

9:50 da tarde  
Blogger Maria said...

deixo um abraço e saio em silêncio

11:52 da tarde  
Anonymous Jofre Alves said...

Passei para ver os amigos, apreciar o blogue, sempre com bom-gosto e qualidade, factor que me leva a visitá-lo para deixar o desejo dum óptimo fim-de-semana, apesar deste frio que enregela, mas como diz o povo «mãos frias, coração quente».

5:39 da manhã  
Blogger heloisa said...

LINDOOOOOO!!!!!!!!
AMBAS:*IMAGEM MARAVILHOSA E PALAVRAS!
Minha AMIGUINHA*, perdao por meu silencio! Mas, nao a esqueco NAOOOOO!!!!!!!
ESTEJA BEM!
Beijinhos!
SAUDADES E SAUDADES!
Heloisa
**********

10:23 da tarde  
Blogger Kalinka said...

E…
aconteceu o jantar da comunidade blogueira.
Telefono e encontro-os ali na esquina
Apresentações, trocas de palavras
Confessionário do Dilbert, FairyFolk,
Choninha e marido.
Frio, muito frio, convida:entra no carro
Esperamos…
mais um telefonema
Todos querem saber como lá chegar
Todos ansiamos pelo encontro
Uns já lá sentados à mesa enorme
Esperando e questionando-se:
Quem são os novos bloguistas?
Da curiosidade fez-se realidade

...continuação lá no kalinka.
Beijos e abraços.

12:54 da manhã  
Blogger MARIA VALADAS said...

Pelo braço de um amigo...aqui estou a visitar um dos mais belos espaços da blogesfera!

O poema é lindissimo!

Tomei a liberdade de a linkar no meu espaço..se houver problema..eu retiro.

Um abraço amigo da
Maria valadas

1:53 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Para ti, Ana...
Um beijo
Daniel

10:17 da manhã  
Blogger AS said...

O Mar e todo o seu fascínio em cada verso do poema!... Lindo!


Um beijo... e saudades!

4:40 da tarde  
Blogger heloisa said...

QUERIDA AMIGA*,
Passo para ler mais um pouco e matar um pouco a SAUDADE!
Beijinho!
Heloisa
**********

1:05 da manhã  
Blogger DE PROPOSITO said...

Estive por aqui. Mas vou partir.
Desejo que a felicidade fique por aí.
Fica bem.
Manuel

8:36 da tarde  
Blogger Maria Lúcia said...

Sacos para o pão, centros de mesa, aventais - tudo isto feito à mão, por uma pessoa que tem bom gosto e imaginação.
Se fores ver, não te arrependerás!

6:12 da tarde  
Blogger AS said...

Ana, neste final frio de domingo, venho à encosta deixar um beijo...

Sempre!!!

6:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home