sexta-feira, maio 11, 2007

Um dizer ainda puro

Foto de Miguel Costa aqui



imagino que sobre nós virá um céu
de espuma e que, de sol em sol,
uma nova língua nos fará dizer
o que a poeira da nossa boca adiada
soterrou já para lá da mão possível
onde cinzentos abandonamos a flor.

dizes: põe nos meus os teus dedos
e passemos os séculos sem rosto,
apaguemos de nossas casas o barulho
do tempo que ardeu sem luz.
sim, cria comigo esse silêncio
que nos faz nus e em nós acende
o lume das árvores de fruto.

diz-me que há ainda versos por escrever,
que sobra no mundo um dizer ainda puro.


Vasco Gato




Para ti, que me fazes acreditar que ainda há versos por escrever.
.

12 Comments:

Blogger bom dia isabel said...

Haverá ainda muitos versos por escrever, muitos dias por viver, um saber mais puro para conhecer.
Saúdo o teu regresso. Sê bem vinda! Fazes falta por aqui.
Beijinhos

10:46 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Gostei do poema. Um dia destes volto cá.

2:08 da manhã  
Blogger bom dia isabel said...

Passa pelo meu blog.
Beijinhos. Bom dia.

11:00 da manhã  
Blogger Amaral said...

É grato e nobre o sentimento. Se ainda há versos para escrever, que o teu e o meu sejam de amor profundo, louco e verdadeiro, ardendo com a luz do entendimento.
Versos que fazem saltar a magia dos nossos sentidos e a transformam em bocados de bela emoção...

5:40 da tarde  
Blogger TAU TAU TUFA said...

um poeta desconhecido.para mim. um bonito poema.
beijinhos

9:10 da manhã  
Blogger douglas D. said...

muito, muito bonito!

4:02 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

E não é que eu acredito que ainda há versos por dizer...
Um beijo
Daniel

7:10 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

* Ana ! *

10:15 da manhã  
Blogger Cristina said...

Olá Ana,
Fico contente por teres voltado

:)

E existem sempre versos por dizer
:)
Um beijinhu e uma boa semana

2:13 da tarde  
Blogger Guilherme F. said...

Ana, eu só posso ficar agradecido pelo teus olhos nas minhas humildes palavras.
bj
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

5:10 da tarde  
Blogger sonhadora said...

Quando o crepúsculo desce e a noite cresce, o sonho faz-me suspirar.
Beijinhos embrulhados em abraços

6:20 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

Olá
Só dizer que andei por aqui.
Desejo que estejas bem, e a felicidade por aí.
Manuel

8:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home