quinta-feira, março 15, 2007

Guarda a manhã

Foto de Davide Silva aqui




Guarda a manhã
Tudo o mais se pode tresmalhar

Porque tu és o meio da manhã
O ponto mais alto da luz
Em explosão



Daniel Faria
.

9 Comments:

Blogger A.S. said...

Guarda apenas um momento! O Único, o Verdadeiro...aquele em que o teu olhar conseguir ver, através de outros olhos, para além do infinito!...
Tudo o mais são momentos tresmalhados!


Um terno beijo

2:30 da tarde  
Anonymous bomdiaisabel said...

Há pedaços de céu que jamais serão esquecidos. Há pedaços de céu que são poemas e em que a luz aparece em todo o seu esplendor.
Guardo momentos.Os mais arrebatadores. Os restantes, acabam por tresmalhar-se.
Voltada para o mar, deixo beijinhos na encosta.

10:21 da tarde  
Blogger Cristina said...

Guarda qualquer momento, e' unico
:)
beijinhu e bom fim de semana

12:10 da tarde  
Blogger MARIA VALADAS said...

guardo muitos momentos... alguns são muito especiais...talvez porque eu sou uma eterna sonhadora!

Gostei do poema...

Beijinhos da

Maria

2:55 da tarde  
Blogger Amaral said...

"O ponto mais alto da luz" - explosão do ser, a cada momento, em cada manhã...

8:03 da tarde  
Blogger Kalinka said...

Tu sabes quais os momentos que guardo comigo. Partilho-os contigo.
Mais recente foi um momento especial, um jantar resolvido assim de repente num lugar mágico, junto ao rio e em muito boa companhia. Obrigado.

Apeteceu-me «Olhar, sentir, captar»
No regresso, vim por Aljezur, parei nas Azenhas do Mar, passei em Vila Nova de Milfontes, depois Ilha do Pessegueiro e, já o sol ameaçava se esconder, cheguei a Porto Covo, onde assisti ao maravilhoso espectáculo do pôr-do-sol.
Aqui, fiquei presa ao chão, estarrecida com tamanha beleza do horizonte, da força do mar e, captei com a minha objectiva as mais fabulosas fotos de toda a viagem.
Andei por aí, meti o nariz… como faço, como gosto, como quis!!!...

Bom domingo.
Beijos e abraços.

5:53 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
Sempre guardo no meu coração manhãs assim...
Um beijo
Daniel

6:56 da tarde  
Anonymous Charlie said...

Tão bom guardar a manhã...
É de Manhã que estão cheios os primeiros sorrisos do primeiro encontro. E que bom conseguir sermos depois para sempre o meio da manhã, o ponto mais brilhante do dia, eternamente. Uma luz em explosão permantente...
Lindo poema, mais que lindo magnifico!

1:34 da manhã  
Anonymous Charlie said...

Obrigado pelo teu comment no blogue das cartitas....
Na verdade, o texto é como tu disseste um celebrar do renascer. A vida vista como eterno recomeçar. O ciclo da natureza que inspirou as correntes misticas orientais sobre a reencarnação. O ressurgir num estágio seguinte da existencia. Obrigado pela tua visita.
Jokas
Carlos

1:41 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home