quarta-feira, novembro 19, 2008

Mar

Foto de Tracy Martin aqui



Na melancolia de teus olhos
Eu sinto a noite se inclinar
E ouço as cantigas antigas
Do mar

Nos frios espaços de teus braços
Eu me perco em carícias de água
E durmo escutando em vão
O silêncio

E anseio em teu misterioso seio
Na atonia das ondas redondas
Náufrago entregue ao fluxo forte
Da morte




Vinicius de Moraes


.

19 Comments:

Blogger Maria said...

Agora é que fiquei mesmo sem palavras...
Mas também Vinicius é... Vinicius...

Um beijo

2:11 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Soneto do Orfeu

São demais os perigos dessa vida
Para quem tem paixão, principalmente
Quando uma lua surge de repente
E se deixa no céu, como esquecida

E se ao luar, que atua desvairado
Vem unir-se uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher

Uma mulher que é feita de música
Luar e sentimento, e que a vida
Não quer, de tão perfeita

Uma mulher que é como a própria lua:
Tão linda que só espalha sofrimento,
Tão cheia de pudor que vive nua.

Vinicius de Moraes

12:26 da tarde  
Blogger Sal Ober said...

tem aqui um espaço muito bonito. muito rejuvenescedor.
saudações e parabens pelo espaço


http:\\coresemtonsdecinza.blogspot.com

3:00 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Quanta beleza impessa em azul sal...


Doce beijo

5:34 da tarde  
Blogger Maripa said...

O sempre cantado Vinicius para nos encantar...


"A vida do poeta tem um ritmo diferente
Ela o conduz errante pelos caminhos, pisando a terra e olhando o céu
Preso, eternamente preso pelos pelos extremos inatingíveis."

Vinicius de Morais

Beijinho,Ana.

1:58 da manhã  
Blogger hfm said...

Vinicius, há qto tempo o não relia a frescura das suas palavras poéticas!

7:58 da manhã  
Blogger lupussignatus said...

inalar

a

maresia


[a fundar-me
no leito
do sonho]

10:34 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Entre a vida e o sonho, este azul onde mar e céu são um só.
Beleza incomparável e infinita harmonia!
..e Vinicius! Dos Poetas que conheço, é quanto a mim, o que melhor conhece e fala da Mulher.
Beijos.
Maria Mamede

PS.:-Sei que a Editora Edium, tem agendada uma apresentação do livro em Lisboa; ainda não sei quando, mas logo que saiba, direi.
+ 1 bj.
Maria Mamede

7:09 da tarde  
Blogger batista said...

belo poema. bela escolha: tua.

deixo um abraço fraterno.

10:30 da manhã  
Blogger em azul said...

Alguém canta a mulher como Vinicius?
Lindo....
Um beijo
em azul

12:43 da tarde  
Blogger Fernando Rozano said...

post que me diz muito: o mar, a poesia de Vinícius, a fotografia. para ficar mesmo sem palavras diante de tanta sensibilidade e beleza. (estou escrevendo, Ana. o volume de trabalho que me fez ausente, já é passado. logo estarei postando.) beijo e feliz fim de semana.

1:26 da tarde  
Blogger ~pi said...

belo, de sexo ( e quase morte



~

6:19 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Vinicius, o amor e o mar como só ele sabe cantá-los.
Fascinante!

Beijinhos

Bem-hajas!

6:55 da tarde  
Blogger Baby said...

Gosto muito de Vinicius, os seus poemas retratam o amor em toda a sua plenitude.
Beijinhos e bom fim de semana.

10:43 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
A minha homenagem a tais palavras que Vinicius juntou com tanto talento.
Um beijo
Daniel

2:54 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Como Vinicios sabe exaltar o amor,
a foto esta a ondizer
bj

9:11 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
e a poesia do vinicius
continua linda, lálálá,
,
conchinhas
,
*

11:53 da tarde  
Blogger susecris said...

Acabou de receber o prémio Dardos.

Agora é só cumprir as regras. Quem recebe o “Prémio Dardos” e o aceita deve:

1. - Exibir a distinta imagem;

2. - Linkar o blog pelo qual recebeu o prémio;

3. - Escolher quinze (15) outros blogs a que entregar o Prémio Dardos.

12:08 da manhã  
Anonymous Eduardo Serra Lopes said...

fantástica sugestao.

abraço, colega.

1:46 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home