terça-feira, maio 04, 2010

Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir





Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir.
Sentir tudo de todas as maneiras.
Sentir tudo excessivamente,
Porque todas as coisas são, em verdade, excessivas
E toda a realidade é um excesso, uma violência,
Uma alucinação extraordinariamente nítida
Que vivemos todos em comum com a fúria das almas,
O centro para onde tendem as estranhas forças centrífugas
Que são as psiques humanas no seu acordo de sentidos.


(...)




Álvaro de Campos

.

8 Comments:

Blogger Maria said...

Às vezes 'sentir' é do caraças...

Beijinho, Ana.

1:38 da manhã  
Blogger PAS[Ç]SOS said...

Sentir com força, em delírio, em demasia.
Sentir acreditando poder ir mais longe porque qualquer distância fica demasiado perto. Acreditar que sentindo se viaja para fora de nós ao encontro do nosso sentir.

11:25 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
pois,
os sentidos voam,
viajam na mente
de quem, Pessoa, sente .
,
gostei, muito,
,
um mar de amizade,
fica,
,
*

3:42 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Ola Ana

Pois penso que sou um pouco excessiva no sentir, e confesso aqui bem baixinho,
tem uns sentir que gosto muito de ser excessiva.
Bem não me importo muito com isso pois no meio da criação o universo é excessivamente macro, big, então qual seria o problema de ser assim uma apaixonada excessivamente pela liberdade do pensamento.
Gosto mais ainda quanto dito por um poeta.

Bjinhos e uma boa semana pra vc.

6:05 da tarde  
Blogger Cata- Vento said...

Sempre boa poesia! Como é bom sentir excessivamente!

Beijinhos

Bem-hajas!

7:47 da manhã  
Blogger tecas said...

Olá querida Ana. Ausente da net,voltei para amar o poema de Alvaro de Campos.
Parabéns pela escolha e...
um beijinho amigo

3:10 da tarde  
Blogger Baby said...

Pessoa, pela mão de Álvaro de Campos,sempre profundo e intenso.
Sentir é bom, é dor, é viver, é rir, é sofrer é morrer um pouco de cada vez...

Beijos.

8:24 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Talvez não concorde a 100% com o "mestre", mas quase...viajar é preciso, mas SEMTIR, é indispensável!

Bjs.
M.M.

8:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home