domingo, dezembro 11, 2005

Com palavras





Com palavras me ergo em cada dia!
Com palavras lavo, nas manhãs , o rosto
E saio para a rua.
Com palavras - inaudíveis - grito
Para rasgar os risos que nos cercam.

Ah!, de palavras estamos todos cheios.
Possuímos arquivos, sabemo-las de cor
Em quatro ou cinco línguas.
Tomamo-las à noite em comprimidos
Para dormir o cansaço.

As palavras embrulham-se na língua.
As mais puras transformam-se, violáceas,
Roxas de silêncio. De que servem
Asfixiadas em saliva, prisioneiras?

Possuímos , das palavras, as mais belas;
As que seivam o amor, a liberdade...
Engulo-as perguntando-me se um dia
As poderei navegar; se alguma vez
Dilatarei o pulmão que as encerra.

Atravessa-nos um rio de palavras:
Com elas me deito, me levanto,
E faltam-me palavras para contar...


Egito Gonçalves

18 Comments:

Blogger Achador said...

imagem muito bonita. liberdade.

6:37 da tarde  
Blogger Lmatta said...

Olá
Bela imagem , palavras ,são PALAVRAS,
Com carinho, amor , odio mas são só palavras
beijinhos

7:09 da tarde  
Blogger maat said...

gosto muito do egito gonçalves.

A imagem é maravilhosa...lembra a luz em liberdade.


***

10:30 da tarde  
Anonymous Jó Afonso said...

Boa, Ana!
Adorei.

1:21 da manhã  
Blogger Cristina said...

Olá Ana,
Ando sem tempo para visitar os amigos da blogosfera, deixo desde já do meu mundo para o teu, o desejo de um Feliz Natal na companhia de quem té é mais querido.
O desejo que este teu Natal seja festejado com muita harmonia, paz e muita alegria.
Um beijinhu com muito carinho :)

2:27 da manhã  
Blogger TMara said...

já me n/ lembrava deste poema do Egito. Soube bem relembrar. Obrigada. Bjocas de luz e paz

8:59 da manhã  
Blogger Ana Maria said...

muito bonito este poema-tens bom gosto na escolha dos poetas.
Ana obrigada pelo teu pensar no meu cantinho_gostei e gosto de verificar as diversas reacções que existe ao ler os meus poemas.
um beijinho

10:30 da manhã  
Blogger sotavento said...

Com as palavras que, às vezes, faltam!... :)

12:37 da tarde  
Blogger mary_jane said...

oi!!! se curtes harry potter da espreitadela oas meus blogs, ta???? jinhus

3:31 da tarde  
Anonymous nina said...

gostei de reler este poema!
beijinho

7:54 da tarde  
Blogger Su said...

gostei destas palavras..o poder das palavras
jocas maradas

10:44 da tarde  
Blogger Fernando Rozano said...

Ana, sem palavras. Poema simplesmente maravilhoso. Obrigado por tudo que tens feito na Encosta, lugar fantástico de descobertas permanentes e enriquecedoras. Beijos.

10:55 da tarde  
Blogger lique said...

Com palavras nos expressamos, com palavras escreveu o autor este belo poema. E contudo têm a força relativa que lhes quisermos dar!
Beijinhos

11:32 da tarde  
Blogger AS said...

Um hino á liberdade de expressão num poema belissimo!...

Beijos

5:50 da tarde  
Blogger Vera Cymbron said...

Que estas palavras se cravassem dentro de cada HOMEM.
Jinhos

9:24 da tarde  
Anonymous guardião da cidadela said...

lindo...as palavras são mágicas...

o convento agora está por este link.

12:00 da tarde  
Blogger Orfeu said...

E que palavras tão belas que escolhes...que escreves.
Um beijinho

9:26 da tarde  
Blogger romero said...

Y que palabras encantadoras se quedaran en ese poema :)
besitos

9:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home