terça-feira, março 21, 2006

Povoamento


Primavera



No teu amor por mim há uma rua que começa.
Nem árvores nem casas existiam
antes que tu tivesses palavras
e todo eu fosse um coração para elas.
Invento-te e o céu azula-se sobre esta
triste condição de ter de receber
dos choupos onde cantam
os impossíveis pássaros
a nova primavera.
Tocam sinos e levantam voo
todos os cuidados.
Ó meu amor nem minha mãe
tinha assim um regaço
como este dia tem.
E eu chego e sento-me ao lado
da primavera.



Ruy Belo

11 Comments:

Blogger hfm said...

Belo poema, bela Primavera - comemoremos.

9:47 da manhã  
Blogger AS said...

E assim a Primavera chega com um belo poema de Ruy Belo...

Um beijo

11:18 da manhã  
Anonymous nina said...

Primavera que aqui tarda a chegar! :-(

lindo este poema de Rui Belo!

5:58 da tarde  
Blogger lique said...

A Primavera já aí está mas ainda teima em esconder-se. Foi bonito encontrar Ruy Belo aqui, no dia da poesia.
Beijinhos

10:07 da tarde  
Blogger Amaral said...

Aquilo que eu sinto ser poesia que nos emociona. Tocar os versos e senti-los ecoando como se nos quisessem fazer recordar qualquer coisa…

1:02 da manhã  
Blogger Wakewinha said...

Ruy Belo começa a propagar-se pela blogosfera! ;)

5:54 da tarde  
Blogger Su said...

gostei de ler ruy belo
bela escolha

jocas maradas

9:20 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
E agora chove... lágrimas do céu benditas na Terra.
Um beijo
Daniel

3:41 da tarde  
Blogger Heloisa B.P said...

*PRIMAVERA*,
NOS SEUS OLHOS, NOS CABELOS, NO ROSTO...PORQUE NO CORACAO, ELA* LA' ESTA', INSTALADINHA, SEMPRE!!!!!
BEIJINHO!!!!
Heloisa
(NUM OUTONO "OPACO"!).
**********************

12:54 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Feliz primavera! Un beso desde Barcelona
COMELLA
http://guallavitoclub.blogia.com

8:42 da manhã  
Blogger AS said...

Ana, apesar da chuva e do frio, desejo-te um bom fim de semana...

Um beijo

6:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home