quinta-feira, setembro 27, 2007

Viagem

A caminho entre Maputo e Inhambane...














Para habitar as planícies da ausência
e escalar os montes do tempo
que não vives
.
eis a secreta viagem
duma ave imaginária
em busca do instante
onde tudo recomeça.



Armando Artur
(in Espelho dos Dias)

.

8 Comments:

Blogger Putty Cat said...

Olá Ana
Sê bem-vinda

É um prazer visitar-te.

9:22 da manhã  
Blogger maria m. said...

poema lindíssimo! gostei imenso.

e pressuponho que as fotografias são tuas, de uma viagem tua... obrigada por as partilhares aqui :)

9:43 da manhã  
Blogger PostScriptum said...

O regresso do ser humano à origem. África é a mãe de todos nós.
Presumo que fizeste uma excelente viagem.
Beijinhos, Ana

10:36 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

No teu blogue, tudo é bonito, doce Ana.
Deixo-te beijinhos e desejo-te um fim de semana calmo, alegre, pacífico... na encosta mais bonita que conheço.

4:38 da tarde  
Blogger Maria said...

Terra de terra vermelha......
Um dia, um dia, vou lá......

Beijo

1:19 da manhã  
Blogger Cristina said...

Como foi a viagem? Gostaria tanto de voltar à Beira, mas acho que nunca vou ter essa oportunidade, enfim...

:)

beijinhus

1:39 da manhã  
Blogger Amaral said...

Como, com poucas palavras, se desperta a saudade que se encolhe no subconsciente...

10:50 da tarde  
Blogger cm said...

...ir...ser caminho e caminheiro e ter um destino


um abraço

4:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home