segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Encosta do Mar



...

O meu país são todos os amigos
que conquisto e que perco a cada instante
Os meus amigos são os mais recentes
os dos demais países os que mal conheço e
tenho de abandonar porque me vou embora
pois eu nunca estou bem onde estou
nem mesmo estou sequer onde estou
...


Ruy Belo
(fragmento de Peregrino e hóspede sobre a terra , in Todos os Poemas)



Faz hoje cinco anos que a Encosta abriu uma janela sobre o mar das palavras.
A todos os amigos que me têm acompanhado , obrigada pelo estímulo que me dão para continuar a partilhar as minhas escolhas.


.

13 Comments:

Blogger Maria said...

Este poema de Ruy Belo é um pouco angustiante, mas há poetas assim... são dias.
Fizeste uma excelente escolha para assinalar os 5 anos da Encosta do mar. Nem palavras tenho para o quadro. É Picasso...

Parabéns pelo aniversário do blogue, Ana. Que continue por muitos mais.

Um beijo.

11:53 da manhã  
Blogger hfm said...

Parabéns! E não podias ter escolhido melhor - Ruy Belo e Picasso.

3:29 da tarde  
Blogger Maria Costa said...

Parabéns, pela qualidade de poesia que aqui partilha.

Beijinho

7:59 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Parabéns Ana!
E sabe tão bem debruçarmo-nos nesta janela sobre o mar,olhando o horizonte, sempre encontramos beleza e paz!
Obrigada.
Beijinhos.
Branca

10:26 da tarde  
Blogger A.S. said...

Querida,

Cinco anos que o tempo devorou!
Mas foi um tempo de emoções, palavras, afectos, saudades.... e sobretudo de doces cumplicidades!

Ruy Belo... sempre oportuno e empolgante!

Um terno abraço...
AL

12:49 da tarde  
Blogger Baby said...

5 anos de partilha e de convívio são um bom motivo para festejar e para continuar!
Parabéns, então.
Muito a propósito o poema de Ruy Belo!

Um abraço.

2:49 da tarde  
Blogger Sylvia Beirute said...

um clássico:)

3:41 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
Pois, e faz 5 anos que nos visitamos e trocamos palavras, ideias, sonhos... parabéns!
Um beijo
Daniel

5:20 da tarde  
Blogger Maripa said...

Parabéns,Ana,pelos cinco anos de blogue,pela qualidade da poesia partilhada,pela sensibilidade das tuas escolhas.

Bem hajas!

Na "Encosta do Mar" respira-se paz e sente-se uma brisa amiga.

Beijo e o meu carinho.

10:35 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
Parabens Mil, deixo !
,
boa escolha,
de Ruy Belo,
tenho uma Edição de 1970,
(Homem de Palavra(s)
,
A vida dói. Nada resta.
E diz a alma dorida:
Não creio numa outra vida.
Havia eu de crer nesta ?
,
in-Ruy Belo,
,
conchinhas,
,
*

8:02 da tarde  
Blogger maria manuel said...

parabéns, Ana!
gosto sempre de vir aqui. tu e este sítio são amigos por onde passo, que fazem parte da minha vida (fala bem Ruy Belo!).

beijinhos e felicidades para a continuação de um fantástico blog!

10:26 da manhã  
Blogger Carlos Machado Acabado said...

O Ruy Belo ["um homem de palavra (s)...] foi meu contemporâneo em Letras, assim como o Gastão Cruz [que fez estágio comigo, na "Machado de Castro"] e a Fiama.
Curiosamente, não me lembro deles aí.
Lembro-me do Geada [que já tinha estado comigo, no liceu, no "Gil Vicente"] mas dos outros, infelizmente, não.
Mas são excelentes poetas [nomeadamente a Fiama e o Gastão] mas o Ruy Belo tem, também, 'coisas' magníficas.
A Ana está a fazer um excelente trabalho de divulgação destes nomes [agora foi o Ruy Belo] e esta "Encosta" merece, por isso, todo o nosso carinho!
Uma grande beijoca para a "dona da casa", pois!

1:08 da manhã  
Blogger Iris_Esfenoidal said...

Depois de uma noite que foi madrugada e manhã, no entretanto da poesia, e da música em si, quis o tempo que hoje, agora, aqui chegasse... E que entanto, no entardecer dos minutos que se faziam cedo, chegasse o momento de dizer - Parabéns!

3:21 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home