quarta-feira, julho 09, 2008

Agora eu era linda outra vez

Foto de Sophie Thouvenin


Agora eu era linda outra vez
e tu existias e merecíamos
noite inteira um tão grande
amor
.
agora tu eras como o tempo
despido dos dias, por fim
vulnerável e nu, e eu
era por ti adentro eternamente
.
lentamente
como só lentamente
se deve morrer de amor


(in O Resto da minha Vida, seguido de A Remoção das Almas)

.

14 Comments:

Blogger Dois Rios said...

O presente se contrapondo ao passado. Um "ser" que não é mais. Um "foi" que ainda é.

Beijo,

1:51 da tarde  
Blogger Xinha said...

E era tão bom se o tempo vltasse atras.. e o agora não fosse o passado ...

Lindo post.

Xi-coração

5:03 da tarde  
Blogger Adriana Costa said...

Mais um belo post! Flores@>--

10:58 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
sempre foste,
porque tu és,
,
conchinhas da encosta,
,
*

11:02 da manhã  
Blogger hfm said...

como "lentamente" se deve ler este poema.

11:20 da manhã  
Blogger Fernando Rozano said...

teus posts, Ana, são a cada um mais cativantes e belos, envolventes, sensíveis. beijo e feliz início de fim de semana.

7:11 da tarde  
Blogger Maria said...

Uma beleza...
... e um arrepio...

Beijo, Ana

7:47 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Um poema lindo. Mais um!
" Agora eu era linda outra vez..." o reencontro do amor.

Beijinhos minha querida Ana.

8:08 da manhã  
Blogger ~pi said...

assim:

le n ta

pro gressiva men te

nos torna

amar:

i r respiráveis




~

7:16 da tarde  
Blogger Baby said...

Lindíssima parceria, o poema e a imagem. E como ela era linda outra vez...e como os sonhos voltam sempre, quer sejam trazidos pelas marés, quer pelas nossas memórias!
Gostei imenso!
Beijinhos.

9:35 da tarde  
Blogger Odilon said...

Agora... e sempre a beleza que trazes é indescritível. Beijos e bom fim de semana.

1:51 da manhã  
Blogger Otávio said...

O final do poema fala de uma grande verdade. É lentamente que se morre de amor.

Bela imagem.

Beijos

2:27 da manhã  
Blogger maria m. said...

agora este era um lindo poema de amor para ler lentamente.

10:41 da manhã  
Blogger jasmimdomeuquintal said...

Não conhecia ma sé um lindo poema... Bom fim de semana

3:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home