quarta-feira, março 18, 2009

Nomeei-te no meio dos meus sonhos




Nomeei-te no meio dos meus sonhos
chamei por ti na minha solidão
troquei o céu azul pelos teus olhos
e o meu sólido chão pelo teu amor.



Ruy Belo

.

16 Comments:

Blogger Maria said...

Belo, o poema de Ruy Belo.
Muito bonita a fotografia...

Obrigada, Ana
Beijinho

1:46 da manhã  
Blogger ADiniz said...

Com tamanha declaração de amor
eu andaria por todos os lugares
do mundo colhendo as mais belas flores de todas as cores para lhe dar e o caminho enfeitar.

Desejo um assim.
Bjs

1:58 da manhã  
Blogger Isamar said...

Uma imagem lindíssima a acompanhar uma quadra de um génio que partiu cedo e que muito mais nos teria deixado." Engenho e arte" tinha-os em abundância.

Bem-hajas, amiga!

Beijinhosssss

6:31 da manhã  
Blogger Amaral said...

Quatro versos são suficientes para transmitir o que se sente num determinado instante...
Principalmente, quando o amor está presente...

10:17 da manhã  
Blogger Isabel José António said...

Querida Amiga Ana,

Muitos parabéns pela escolha do poema. Poeta não é só aquele que escreve a poesia. Também é aquele a quem o poema toca fundo.

Obrigado pela sua visita a um dos nossos espaços.

Um grande abraço

José António

11:25 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
ana,
mais uma vez obrigado
pela presença de Ruy Belo,
,
Não sei se gosto mais do mar
se gosto mais da mulher
Sei que gosto do mar sei que gosto da mulher
e quando digo o mar a mulher
não digo mar ou mulher só por dizer
Ao dizer o mar a mulher,
,
in-Ruy Belo (Despedida)
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

4:03 da tarde  
Blogger Pico minha ilha said...

As imagens tem tudo de belo assim como o amor.Beijinho Ana

5:24 da tarde  
Blogger Lmatta said...

belo conjunto
beijos

10:46 da tarde  
Blogger A.S. said...

Querida Ana!

A magia do sonho... faz nascer o fruto!


Abraços!

11:29 da tarde  
Blogger Maripa said...

Ruy Belo ... a magia da sua arte e do seu sentir.

Bela a imagem que acompanha o poema.

Beijinho,Ana.

10:33 da manhã  
Blogger ลndreia said...

Que lindo!!! *

8:04 da tarde  
Blogger Paulo - Intemporal said...

No Dia Mundial da Poesia, deposito aqui um ramo de sílabas que mais tarde virei colher na vogalização de tantas as palavras de en.cantar.

e saio _______________________________ rendido.

Um abraço[.]

10:48 da manhã  
Blogger ~pi said...

parece-me uma

troca

natural :)



beijo



~

9:43 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Ana
... e quando chega a altura de dizer "And the Oscar goes to..." tudo se enevoa e não sabemos quem foi nomeado...
Um beijo
Daniel

3:00 da tarde  
Blogger maria m. said...

que belo poema, Ana! obrigada. um beijo.

9:57 da manhã  
Blogger lupussignatus said...

colher

o

céu



[na árvore

do amor]

7:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home